ASSESSORIA TÉCNICA

Plano Estratégico de Mobilidade Urbana

Plano diretor de Mobilidade Urbana

 

Prefeitura Municipal de Maceió/AL  •   Prefeitura Municipal de Aracajú/SE  •   Prefeitura Municipal de Guarulhos/SP  •   Prefeitura Municipal de Caruaru/PE  • Prefeitura Municipal de Piracicaba/SP  •   Prefeitura Municipal de Betim/MG  •   Prefeitura Municipal de Pará de Minas/MG  •   Prefeitura Municipal de Teófilo Otoni/MG  • Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista/BA

 

O Plano de Mobilidade é previsto nas Leis Federais nº 12587 de 03 de janeiro de 2011 e nº 10257 de 10 de julho de 2001.

 

A elaboração de um Plano de Transporte Urbano integrado compatível com o Plano Diretor ou nele inserido, para todas as cidades brasileiras de mais de 20 mil habitantes representa uma nova visão sobre a cidade.

 

O Plano de Mobilidade Sustentável tem como por objetivo a estruturação das cidades para a mobilidade futura, baseada no transporte coletivo e no resgate dos espaços urbanos para a circulação das pessoas e o convívio social.

 

O plano de transporte coletivo; o plano de circulação e hierarquização viária; o plano de acessibilidade; o plano de uso e ocupação do solo; a gestão dos polos geradores de tráfego; o plano de circulação dos pedestres; o plano de prevenção de acidentes, com a visão zero de acidentes fatais e de gravidade para a saúde das pessoas são algumas das intervenções a serem construídas com a participação de toda a sociedade e metas estabelecidas consistentes com o processo de aproximação sucessiva da cidade desejada, e assim avaliadas durante toda sua execução.

 

O Instituto trabalha como Plano em dois níveis:

 

O Primeiro que faz um Plano Estratégico que não atende o estabelecido na Lei mas que permite que a Prefeitura possa trabalhar em 5 anos seguindo objetivos e metas definidos no Plano.

 

O Segundo nível trabalha com a elaboração de um Plano Completo atendendo todas as exigências da Lei e pensando a cidade para os próximos 20 anos.


Diretrizes de Mobilidade Urbana

 

Instituto Pólis

 

Elaboração de diretrizes para a mobilidade urbana dentro do Plano Diretor do Município de Embu, dando ênfase ao transporte público, bicicletas e pedestres. Promoção do desenvolvimento humano e da qualidade de vida através do respeito à cidade e aos cidadãos. Defesa, preservação e conservação do meio ambiente e do patrimônio histórico-cultural do município.

 

Atividades desenvolvidas:

 

• visita técnica para conhecimento dos problemas de mobilidade do município;

 

• reunião com técnicos da prefeitura e representantes da comunidade para o melhor conhecimento dos problemas e necessidades dos cidadãos quanto à mobilidade;

 

• elaboração do documento contendo as diretrizes a serem incorporadas no Plano Diretor do Município;

 

• discussão do documento com representantes da prefeitura e sociedade civil;

 

• elaboração do documento final.


Pesquisas de Transporte

 

 Prefeitura Municipal de Governador Valadares/MG  •   Prefeitura Municipal de Itabuna/BA  •   Prefeitura Municipal de Pará de Minas/MG  •   Prefeitura Municipal de Maringá/PR  •   Prefeitura Municipal de Dourados/MS  •   Prefeitura Municipal de Macapá/AP  •   Prefeitura Municipal de Guarulhos/SP  •   Prefeitura Municipal de Itaúna/MG  •   Prefeitura Municipal de Teófilo Otoni/MG  •   Prefeitura Municipal de Divinópolis/ MG  •   Prefeitura Municipal de Guarulhos/MG  • Prefeitura Municipal de Montes Claros/MG  •   Prefeitura Municipal de Bagé/RS  •   Prefeitura Municipal de Anápolis/GO  •   Prefeitura Municipal de Aracaju/SE  • 
 Prefeitura Municipal de Candiota/RS

 

Desenvolvimento de uma nova rede de serviço de transporte coletivo que contemple as necessidades de deslocamento da população, amplie a acessibilidade à cidade atendendo os atributos de conforto, qualidade, racionalidade e que seja economicamente sustentável com uma política tarifária adequada à capacidade de pagamento da população.

 

Atividades desenvolvidas:

 

• levantamentos cadastrais e realização de pesquisas de origem/destino e sobe/desce;

 

• desenvolvimento do diagnóstico do serviço através da caracterização do sistema de transporte e avaliação da oferta e da demanda;

 

• construção de cenários socioeconômicos e de transporte para horizontes temporais de 05 e 10 anos, considerando o crescimento populacional e as atividades econômicas por área da cidade, com base nas tendências de desenvolvimento urbano observadas;

 

• desenvolvimento de alternativas para o novo sistema visando o atendimento da demanda projetada e a indução do desenvolvimento planejado da cidade;

 

• detalhamento da alternativa selecionada com definição dos itinerários e suas respectivas extensões, cálculo dos quadros de horários, alocação de frota, determinação da produção quilométrica e demais parâmetros que meçam o desempenho operacional do novo sistema concebido;

 

• análise econômica da rede projetada.

 

 

Rede de Transporte Coletivo

 

Prefeitura Municipal de Governador Valadares/MG  •   Prefeitura Municipal de Itabuna/BA  •   Prefeitura Municipal de Pará de Minas/MG  •   Prefeitura Municipal de Maringá/PR  •   Prefeitura Municipal de Dourados/MS  •   Prefeitura Municipal de Macapá/AP  •   Prefeitura Municipal de Guarulhos/SP  •   Prefeitura Municipal de Itaúna/MG  •   Prefeitura Municipal de Teófilo Otoni/MG  •  Prefeitura Municipal de Divinópolis/ MG  •   Prefeitura Municipal de Guarulhos/MG  •   Prefeitura Municipal de Montes Claros/MG  •   Prefeitura Municipal de Bagé/RS  •   Prefeitura Municipal de Anápolis/GO  •   Prefeitura Municipal de Aracajú/SE  • 
 Prefeitura Municipal de Candiota/RS

 

Desenvolvimento de uma nova rede de serviço de transporte coletivo que contemple as necessidades de deslocamento da população, amplie a acessibilidade à cidade atendendo os atributos de conforto, qualidade, racionalidade e que seja economicamente sustentável com uma política tarifária adequada à capacidade de pagamento da população.

 

Atividades desenvolvidas:

 

• levantamentos cadastrais e realização de pesquisas de origem/destino e sobe/desce;

 

• desenvolvimento do diagnóstico do serviço através da caracterização do sistema de transporte e avaliação da oferta e da demanda;

 

• construção de cenários sócio-econômicos e de transporte para horizontes temporais de 05 e 10 anos, considerando o crescimento populacional e as atividades econômicas por área da cidade, com base nas tendências de desenvolvimento urbano observadas;

 

• desenvolvimento de alternativas para o novo sistema visando o atendimento da demanda projetada e a indução do desenvolvimento planejado da cidade;

 

• detalhamento da alternativa selecionada com definição dos itinerários e suas respectivas extensões, cálculo dos quadros de horários, alocação de frota, determinação da produção quilométrica e demais parâmetros que meçam o desempenho operacional do novo sistema concebido;

 

• análise econômica da rede projetada.

 

Planilha Tarifária

 

Prefeitura Municipal de Governador Valadares/MG  •  Prefeitura Municipal de Itabuna/BA •  Prefeitura Municipal de Pará de Minas/MG  •   Prefeitura Municipal de Maringá/PR  •   Prefeitura Municipal de Dourados/MS  •   Prefeitura Municipal de Piracicaba/SP  •   Câmara Municipal de Montes Claros/MG  •   Prefeitura Municipal de Nova Friburgo/RJ  •   Prefeitura Municipal de Recife/PE  •   Prefeitura Municipal de Guaíba/RS  •   Prefeitura Municipal de Aracaju/SE  •   Prefeitura Municipal de Itaúna/MG  •   Prefeitura Municipal de Divinópolis/ MG  •   Prefeitura Municipal de Guarulhos/SP  •   Prefeitura Municipal de Teófilo Otoni/MG  •   Prefeitura Municipal de Montes Claros/MG  •   Prefeitura Municipal de Bagé/RS  •   Prefeitura Municipal de Bagé/RS  •   Prefeitura Municipal de Macapá/AP  •   Prefeitura Municipal de Anápolis/GO  •   Prefeitura Municipal de Aracaju/SE  •   Prefeitura Municipal de Candiota/RS

 

Análise da planilha de apropriação de custos do transporte coletivo, base para fixação da tarifa nos municípios e estabelecimento de proposta de revisão de metodologia e critérios adotados. Os estudos foram desenvolvidos através de avaliação comparada com planilhas de custos de outras localidades, com sistemas de porte equivalente, e com os indicadores médios nacionais; análise e cálculo dos fatores de utilização (FU) em relação aos quadros de horários praticados; estabelecimento de proposta de metodologia, índices e/ou critérios de cálculo e discussão dos resultados com as equipes locais.

Rede de Transporte Escolar

 

Prefeitura Municipal de Dourados/MS

 

A partir de pesquisas, observação e análise do sistema de transporte escolar local, o Ruaviva elaborou estudo de reorganização da rede de transporte escolar municipal. Este estudo objetivou proporcionar ao aluno um transporte mais adequado com percursos racionalizados, tempos de viagem mais reduzidos e aproveitamento dos tempos despendidos nos traslados com programas educacionais de acordo com as faixas etárias dos alunos e com a realidade local.

 

Atividades desenvolvidas:

 

• levantamentos e pesquisas de origem/destino e sobe/desce;

 

• desenvolvimento do diagnóstico do sistema;

 

• elaboração da nova rede de transporte escolar contemplando a especificação do serviço e os detalhamentos necessários para sua operacionalização e seus respectivos impactos econômicos;

 

• elaboração de propostas educativas para qualificação e aproveitamento do tempo despendido nas viagens;

 

• edital de licitação incluindo o projeto básico, planilha de custos, regulamento do serviço e demais peças.

 

 

Rede Cicloviária

 

Prefeitura Municipal de Dourados/MS

 

A partir de pesquisas, observação e análise do sistema de transporte escolar local, o Ruaviva elaborou estudo de reorganização da rede de transporte escolar municipal. Este estudo objetivou proporcionar ao aluno um transporte mais adequado com percursos racionalizados, tempos de viagem mais reduzidos e aproveitamento dos tempos despendidos nos traslados com programas educacionais de acordo com as faixas etárias dos alunos e com a realidade local.

 

Atividades desenvolvidas:

 

• levantamentos e pesquisas de origem/destino e sobe/desce;

 

• desenvolvimento do diagnóstico do sistema;

 

• elaboração da nova rede de transporte escolar contemplando a especificação do serviço e os detalhamentos necessários para sua operacionalização e seus respectivos impactos econômicos;

 

• elaboração de propostas educativas para qualificação e aproveitamento do tempo despendido nas viagens;

 

• edital de licitação incluindo o projeto básico, planilha de custos, regulamento do serviço e demais peças.

 

Bilhetagem Automática

 

Prefeitura Municipal de Governador Valadares/MG  •   Prefeitura Municipal de Itabuna/BA  •   Prefeitura Municipal de Pará de Minas/MG  •   Prefeitura Municipal de Piracicaba/SP  •   Prefeitura Municipal de São Luís/MA  •   Prefeitura Municipal de Montes Claros/MG  •   Prefeitura Municipal de Bagé/RS•
Prefeitura Municipal de Anápolis/GO

 

A automação do processo de arrecadação tarifária, controle da demanda e o controle da oferta de transporte constituem-se nas mais relevantes inovações no atual contexto de desenvolvimento tecnológico pelo qual o setor de transporte coletivo de passageiros está passando.

 

Desta forma, estabeleceu-se as diretrizes para automação do processo de controle da oferta e demanda tendo como principal objetivo a possibilidade da adequação operacional da rede, permitindo um melhor ajuste entre oferta e demanda, acarretando em aumento da velocidade operacional e propiciando uma melhor qualificação do serviço, de forma a torná-lo mais atrativo aos usuários.

 

Atividades desenvolvidas:

 

• levantamento de dados do sistema de transporte coletivo, relativos aos aspectos operacionais e econômicos;

 

• realização de entrevistas com o corpo técnico dos Municípios;

 

• elaboração do Termo de Referência a partir dos dados levantados e das entrevistas realizadas, abrangendo especificações técnicas dos serviços a serem contratados;

 

• assessoria na análise Técnica e Comercial das Propostas;

 

• elaboração da Minuta de Contrato a ser Firmado com o Fornecedor de Tecnologia

 

• assessoria no desenvolvimento do Projeto Executivo, que conteve, em detalhes, as diretrizes e regras de negócios do projeto, descrições e especificações técnicas, cronogramas, projetos e todas as definições necessárias para implementação e operação do Sistema de Bilhetagem Automática.

 

• acompanhamento da Implantação do Sistema de Bilhetagem Contratado.

 

Pesquisas de Tráfego

 

Prefeitura Municipal de Governador Valadares/MG  •   Prefeitura Municipal de Pará de Minas/MG  •   Prefeitura Municipal de Macapá/AP  •   Prefeitura Municipal de Guarulhos/SP  •   Prefeitura Municipal de Itaúna/MG  •   Prefeitura Municipal de Aracaju/SE

 

Realização de pesquisa de contagem veicular e de ciclistas em pontos relevantes do sistema viário principal e da rede cicloviária existente; levantamento do cadastro viário básico para identificação dos atributos físicos e funcionais de tráfego do sistema viário principal; pesquisas de estacionamento realizadas em locais de grande demanda, identificando-se os seguintes indicadores: índice de rotatividade, índice de ocupação média, índice de ocupação crítica e índice de irregularidade.

 

Planejamento da Circulação

 

Prefeitura Municipal de Governador Valadares/MG  •   Prefeitura Municipal de Itabuna/BA  •   Prefeitura Municipal de Pará de Minas/MG  •   Prefeitura Municipal de Macapá/AP  •   Prefeitura Municipal de Teófilo Otoni/MG  •   Prefeitura Municipal de Itaúna/MG  •   Prefeitura Municipal de Campo do Meio/MG  •   Prefeitura Municipal de Betim/MG  •   Prefeitura Municipal de Aracaju/SE

 

Análise da circulação e do sistema viário existente nos municípios sob a ótica da mobilidade sustentável - prioridade para o transporte público, ciclistas e pedestres - e prioridade na fluidez do transporte coletivo sobre o individual; análise das reais necessidades de deslocamentos, minimizando os riscos de acidentes; diagnóstico das condições de mobilidade; proposição de nova circulação levando-se em conta as condições físicas, operacionais e as necessidades da demanda com ênfase no transporte coletivo e nos pedestres.

 

Municipalização do Trânsito

 

Prefeitura Municipal de Governador Valadares/MG  •   Prefeitura Municipal de Itabuna/BA

 

Assessoria as Prefeituras Municipais no processo de municipalização da gestão do trânsito e na reestruturação dos órgãos gestores para assunção do serviço.

 

Atividades desenvolvidas:

 

• estruturação administrativa: criação e/ou adequação do órgão gestor local;

 

• estruturação de equipes para tratar da engenharia, operação e fiscalização do trânsito local;

 

• desenvolvimento de equipes e de programas de educação no trânsito;

 

• levantamento, análise e controle dos dados estatísticos de acidentes de trânsito;

 

• estruturação da Junta Administrativa de Recursos e Infrações – JARI e elaboração do regimento interno de trabalho;

 

• assessoria à Integração ao Sistema Nacional de Trânsito.

 

Projetos de Geometria e Sinalização Viária

 

Prefeitura Municipal de Governador Valadares/MG  •   Prefeitura Municipal de Itabuna/BA   •   Prefeitura Municipal de Pará de Minas/MG  •   Prefeitura Municipal de Coronel Fabriciano/MG  •   Prefeitura Municipal de Macapá/AP  •   Prefeitura Municipal de Pitangui/MG  •   Prefeitura Municipal de Teófilo Otoni/MG   •   Prefeitura Municipal de Betim/MG  •   Prefeitura Municipal de Aracaju/SE

 

Elaboração de sinalização vertical e horizontal visando ordenar o fluxo de veículos e regulamentar as áreas de estacionamento, embarque e desembarque e carga e descarga.

 

Elaboração de projetos de correção geométrica viária visando melhores condições de circulação dos veículos e pedestres, priorizando os veículos do transporte coletivo e a segurança dos pedestres.

 

Regulamentação de Áreas de Estacionamento

 

Prefeitura Municipal de Governador Valadares/MG  •   Prefeitura Municipal de Betim/MG  •   Prefeitura Municipal de Aracaju/SE

 

Avaliação e elaboração de projeto de ampliação e operação do estacionamento rotativo atual.

 

Elaboração de projeto de regulamentação de estacionamento e paradas tipo embarque/ desembarque, carga e descarga, etc.

 

Estruturação do Órgão Gestor

 

Prefeitura Municipal de Governador Valadares/MG  •   Prefeitura Municipal de Itabuna/BA  •   Prefeitura Municipal de Pará de Minas/MG  •   Prefeitura Municipal de Maringá/PA  •   Prefeitura Municipal de Dourados/MS  •   Prefeitura Municipal de Piracicaba/SP  •   Prefeitura Municipal de Aracaju/SE  •   Prefeitura Municipal de Macapá/AP  •  Prefeitura Municipal de Teófilo Otoni/MG

 

Reorganização do órgão gestor de forma a modificar sua estrutura de trabalho, introduzindo novos conceitos e procedimentos de gestão voltados a mobilidade sustentável e em especial, criando um ambiente motivado de trabalho para fazer frente aos novos desafios que se impõe com o redirecionamento das prioridades.

 

Atividades desenvolvidas:

 

• elaboração do diagnóstico da estrutura e funcionamento do órgão, através de entrevistas com toda a equipe envolvida com os trabalhos das áreas de transporte e trânsito, identificando-se a forma de organização do trabalho, os procedimentos empregados, os recursos materiais e de tecnologia de informação existentes e o nível de conhecimento específico da equipe;

 

• análise da situação jurídica/institucional (leis de organização do sistema, regulamentos operacionais, contratos de concessão com as operadoras, etc.);

 

• definição conjunta com a equipe local do modelo de organização pretendido e elaboração do programa de reorganização da gestão contemplando: organograma, descritivo de funções, dimensionamento de pessoal, definição dos perfis profissionais e recursos materiais e tecnológicos necessários;

 

Processo Licitatório

 

Prefeitura Municipal de Governador Valadares/MG  •   Prefeitura Municipal de Maringá/PA  •   Prefeitura Municipal de Pará de Minas/MG  •   Prefeitura Municipal de Dourados/MS  •   Prefeitura Municipal de Aracaju/SE  •   Prefeitura Municipal de Nova Friburgo/RJ  •   Prefeitura Municipal de Montes Claros/MG  •   Prefeitura Municipal de Guarulhos/SP  •   Prefeitura Municipal de Bagé/RS  •   Prefeitura Municipal de Anápolis/GO  •   Prefeitura Municipal de Candiota/RS  •
Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista/BA

 

Concepção do modelo de concessão através da análise do "estado da arte" no país e de discussões com a equipe técnica local contemplando a definição do objeto, área, metas e prazos da concessão, modelo de gestão, tipo de licitação e critérios de avaliação das propostas.

 

Redação da Minuta do Edital com as definições do modelo de concessão, contendo: projeto básico - descrição detalhada dos serviços a serem licitados, dimensionamento da frota e descrição dos veículos a serem utilizados na prestação dos serviços, dimensionamento e especificações técnicas das garagens, etc.; condições de participação; critérios de julgamento das propostas; planilha de custos padrão dos serviços e critérios de remuneração; orçamento estimado para o modelo concebido; normas para a execução dos serviços e metodologia de avaliação; regulamento operacional; minuta do contrato de concessão.

ESTUDOS E PROGRAMAS

Vivacidade

 

Elaboração do Termo de Referência para a realização do Concurso Nacional de Estudo Preliminar de Urbanismo e Arquitetura para o Espaço Vivencial da Mobilidade Urbana de Goiânia, denominado Espaço VivaCidade, que apresentou, entre outros parâmetros, como pode ser criada uma cidade ideal para o novo milênio, do ponto de vista de uma mobilidade sustentável. As diretrizes para a elaboração do Termo se deu a partir da mobilidade das pessoas e das mercadorias. As formas atuais de circulação das pessoas, de distribuição dos bens e mercadorias moldam as cidades como as conhecemos e estamos tão acostumados com o atual modo de funcionamento que os problemas existentes parecem fazer parte do cenário. Mas não fazem.

 

A intenção do Projeto Vivencial é despertar o cidadão para um novo olhar sobre a cidade. Uma forma diferente de ver a circulação, os acessos das pessoas aos equipamentos públicos, aos serviços e também às atividades econômicas e sociais, em especial àquelas que têm no espaço público seu lugar privilegiado. Enfim, uma cidade melhor de se viver. O Espaço Vivencial VivaCidade é uma cidade da vida, da paz e do bem viver. (download do Termo de Referência disponível na biblioteca virtual).


Cidade em Movimento

 

Prefeitura Municipal de Aracaju/SE    •   Prefeitura Municipal de Itabuna/BA   • Prefeitura Municipal de Belém/PA  •   Prefeitura Municipal de Piracicaba/SP •
Prefeitura Municipal de Maceió/AL

 

Elaboração do programa Cidade em Movimento contendo os princípios e diretrizes da mobilidade sustentável para o município e as ações e projetos a serem desenvolvidos e implantados pelo órgão gestor, com o objetivo de se redefinir o uso e apropriação dos espaços públicos de circulação, assim como os papéis dos vários modais de transporte e sua convivência de acordo com uma visão de sustentabilidade da vida na cidade.

 

O trabalho iniciou-se com a identificação dos projetos, ações e propostas em desenvolvimento no Município que tenham afinidade com o conceito de mobilidade sustentável. Realizou-se oficinas e seminários com a equipe local para consolidação dos conceitos e definição dos projetos a serem incorporados no programa. Com base na etapa anterior, o Instituto Ruaviva elaborou o Programa Cidade em Movimento, sistematizando os projetos a serem priorizados no Município e desenvolvendo os respectivos cronogramas de implantação juntamente com a proposta de difusão para o conjunto da sociedade.

 

Programa Paz no Trânsito

 

Prefeitura Municipal de Piracicaba/SP  •   Prefeitura Municipal de Itabuna/BA  •   Prefeitura Municipal de Governador Valadares/MG  •   Prefeitura Municipal de Recife/PE

 

Desenvolvimento de um programa baseado em ações de educação, engenharia, fiscalização, campanhas e também de engajamento da sociedade, tendo como principal objetivo a mudança de valores na apropriação do espaço e do tempo da circulação de pessoas. Este programa foi desenvolvido propondo a atuação do município (órgão gestor) em várias linhas:

 

• Acidentes de trânsito: cadastro das ocorrências, diagnóstico das estatísticas, adoção de medidas para a prevenção e redução dos acidentes;

 

• Estruturação do órgão gestor, adotando-se medidas de engenharia de tráfego que visem a melhoria das condições de segurança na circulação urbana, sobretudo a dos pedestres;

 

• Medidas de educação para o trânsito, visando a mudança de comportamento: educação nas escolas, campanhas educativas permanentes, participação popular, participação da imprensa, implantação do "centro de educação para a mobilidade";

 

• Medidas de fiscalização;

 

• Acompanhamento dos resultados, continuidade e reconhecimento do programa.

 

Movimento Gaúcho pelo Trânsito Seguro

DETRAN/RS

 

Assessorou o Movimento Gaúcho pelo Trânsito Seguro (MGTS) - um programa estadual visando a defesa da vida através de uma convivência pacífica no trânsito - em parceria com o DETRAN/RS. O programa consiste em uma ampla discussão dos perigos da circulação urbana do cotidiano e consequente proposições de solução e/ou ações para a promoção de um trânsito mais seguro e humano. Essas discussões são conduzidas por representantes da sociedade civil organizada, órgãos governamentais e não governamentais. É um programa de participação de toda a sociedade na busca de soluções para a violência do trânsito brasileiro. A assessoria do Instituto Ruaviva contou com:

 

• Disponibilização e treinamento de pessoas capacitadas para articular a formação de um "Comitê do MGTS", fomentando as discussões para um trânsito seguro nestes comitês junto aos diversos municípios gaúchos;

 

• Elaboração de textos e materiais de capacitação e discussão para o Movimento;

 

• Participação nos Encontros Estaduais do MGTS, sugerindo e dando exemplos de ações em prol do trânsito seguro;

 

• Introdução dos conceitos de mobilidade sustentável e sua relação com a preservação e a qualidade de vida dos cidadãos;

 

• Elaboração de um texto-documento contendo uma ampla reflexão sobre a violência do trânsito no Brasil e no mundo, mostrando dados, buscando responsáveis por esta situação e propondo algumas soluções para tão grave problema.

 

Plano de Prevenção de Acidentes de Trânsito

 

Governo do Estado de Minas Gerais – Secretária de Estado de Defesa Social

 

O estudo encomendado pela Secretaria de Defesa Social do Estado de Minas Gerais teve como objetivo discutir as ações possíveis para prevenir e reduzir os acidentes de trânsito e seus efeitos no Estado.

 

O trabalho procurou mapear e entender os acidentes de trânsito no Estado, causas e conseqüências para subsidiar um plano de prevenção. Na análise das causas, procurou-se identificar aspectos de engenharia viária, de condições de circulação dos veículos e sua fiscalização, e em especial aos aspectos de comportamento dos condutores, pedestres e da sociedade em geral, de forma a recolocar o problema à luz das aspirações da mobilidade urbana sustentável, da ética e da cidadania.

 

Um Plano de Prevenção de Acidentes de Trânsito se estabelece sobre uma base de três vértices: as autoridades responsáveis pelas infra-estruturas viárias, urbanas ou rodoviárias, e pela gestão da circulação de pessoas e veículos; a sociedade, através dos movimentos sociais, organizações não governamentais, entidades de classe, universidades; e a imprensa, escrita e falada.

 

A proposta preliminar elaborada pela consultoria constituiu-se em um documento base a ser discutido em reuniões técnicas dos órgãos gestores do Sistema Nacional de Trânsito, SNT, em Minas Gerais, de forma não só a dar mais concretude ao plano quanto a objetivos, estratégias e recursos, mas a se obter, no processo de construção coletiva, o comprometimento dos que serão responsáveis, por um dos vértices do plano.

 

Oficinas de Trabalho - Cursos e Seminários

 

Prefeitura Municipal de Recife/PE

 

O Instituto Ruaviva busca capacitar os atores sociais, redes e fóruns que protagonizam a produção de uma mobilidade justa, democrática e sustentável. Para tanto, orientamos nossos esforços para dirigentes e técnicos que operam políticas locais, lideranças comunitárias e entidades da sociedade civil mobilizadas para influenciar e participar dos processos decisórios de gestão municipal.

 

Para desenvolver as atividades o Ruaviva organiza cursos, workshops, seminários de âmbito local e nacional, além de participar de eventos organizados por outras instituições.

 

Nossa prioridade:

 

• Estimular uma visão crítica sobre o padrão de mobilidade atual, de forma que a cultura do automóvel vigente na sociedade brasileira passe a ser questionada pelo cidadão, defendendo padrões democráticos, humanos e não poluentes;

 

• Transformar o padrão de convivência no trânsito, visando atingir padrões saudáveis, seguros, solidários e responsáveis, em contraposição ao padrão individualista e agressivo;

 

• Fornecer elementos para aquisição de novos padrões de comportamento, de forma a facilitar a transformação dos padrões de convivência;

 

• Disseminar os conceitos de Mobilidade Sustentável e da Paz no Trânsito, como estratégia para, no futuro, alcançar novos padrões de mobilidade

 

DEBATE PÚBLICO E MOBILIZAÇÃO SOCIAL

Dia Sem Carros - 22 de setembro

 

Coordenação nacional e organização da 1ª à 8ª “Jornadas Brasileiras" e divulgação da experiência europeia, através de parceria com a ANTP (Associação Nacional dos Transportes Públicos), disponibilizando material de consulta e referência para a organização do "evento" e buscando parcerias com Prefeituras e Empresas para o engajamento na jornada. Acompanhamento e divulgação dos resultados das cidades do Brasil e as da Europa dentro do Fórum de Secretários de Transporte e Trânsito.

 

Palestras

 

Rede de Ensino Municipal

 

Realização de palestras junto ao público jovem, no sentido de informar e aguçar o interesse pelos novos conceitos de cidadania e mobilidade, realçando principalmente o uso consciente do automóvel, valorizando e priorizando as formas de transportes coletivos, a pé e de bicicleta.

Concurso “CIDADE - MELHOR SEM CARROS”

 

Escola Pública da Rede Municipal de Ensino – IMACO

 

Realização de concurso de redação sobre o Tema: “CIDADE - MELHOR SEM CARROS”, enfocando a qualidade de vida e do meio ambiente em cidades menos poluídas e mais conscientes do uso do transporte individual, da ocupação do espaço público e dos direitos e deveres do cidadão. Este concurso, promovido pelo Ruaviva, fez parte das atividades da 3ª Jornada Brasileira “Na Cidade Sem Meu Carro”.

 

Conferência das Cidades

 

Cidade de Betim/MG  •   Cidade de Ibirité/MG  •   Cidade de Prata/MG  •   Estado de Sergipe

 

O Ruaviva proferiu palestras sobre a Mobilidade Urbana, abordando temas como a questão da exclusão social, a relação entre a mobilidade e a renda, o tempo de deslocamento em relação as camadas da sociedade, o meio ambiente urbano e o reflexo de décadas de políticas de fortalecimento do uso do transporte individual e seus reflexos para a sociedade.

 

 

14º Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito / ANTP - Mobilidade urbana, cidadania e inclusão social – Vitória /ES

 

O Ruaviva participou do 14º Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito compondo as mesas de Bilhetagem Eletrônica – Instrumento de Gestão do Transporte Público e de Tecnologia Veicular e Meio Ambiente.

 

 

Seminário Nacional de Bilhetagem Eletrônica e Gestão do Transporte Público - ANTP

 

O Ruaviva integrou o Painel - Necessidades Benefícios e Custos, abordando a garantia da democratização da mobilidade para uma parcela maior de pessoas, através da ampliação da acessibilidade e geração de um maior número de deslocamentos a um preço mais acessível. Discutiu uma série de possibilidades, em especial a integração tarifária e a flexibilização da tarifa, por exemplo, tarifas horárias, por tipo de usuários, com plano de tempos e com múltiplas formas de controles.

 

Pré-Conferência Nacional do Meio Ambiente

 

Estado de Minas Gerais

 

O Ruaviva participou da Pré-Conferência Nacional do Meio Ambiente, atuando como colaborador de forma especial nas comissões de Infra-Estrutura: Transportes e Energia, Meio Ambiente Urbano, Mudanças Climáticas, apresentando emendas ao texto base ressaltando a importância do país priorizar uma política de mobilidade sustentável com medidas restritivas ao uso do automóvel e investimentos nos sistemas de transporte público.

 

Instituto da Mobilidade Sustentável - RuaViva - 2014 © Todos os direitos reservados
ruaviva@ruaviva.org.br / (31) 3224-0906

Desenvolvimento :